Santa Casa de Formiga é credenciada para cirurgia cardiovascular de alta complexidade


No início do mês de agosto foi publicada a portaria de credenciamento da Santa Casa de Formiga para cirurgia cardiovascular de alta complexidade, com o apoio do prefeito, Eugênio Vilela e da Deputada Federal Greyce Elias, o que representa uma mudança radial na prestação de serviços da instituição e, sem dúvidas, um presente para toda a região de saúde oeste.

Entendam melhor como foi o processo de credenciamento do serviço:

“Desde ao ano de 2016 o equipamento de hemodinâmica, que foi adquirido com recurso próprio do hospital, estava parado, e em abril de 2018 a Mesa Administrativa da Santa Casa de Formiga decidiu que seria necessário reativar o serviço.

A atual gestão reabriu o serviço em outubro de 2018 e ao mesmo tempo iniciou o processo para habilitação do serviço de Cardiologia vascular, para poder efetuar o faturamento do serviço que foi prestado para o SUS com 10 Angioplastia mês e 40 cateterismos, para obter uma série histórica de execução para assim demonstrar que o hospital teria condições de assumir este serviço.

A gestão apostou nesta possibilidade e foi investindo em equipamentos, treinamento de pessoal e contratação de equipe qualificada. O processo foi aprovado, em primeiro momento, na região de saúde Oeste, através da Secretaria Regional de Saúde/Divinópolis, com a defesa da viabilidade realizada pelo Secretário de Saúde de Formiga, Leandro Pimentel, e em Fevereiro/2021 no Estado que encaminhou para o Ministério da Saúde. A equipe técnica aprovou e desde então faltava a publicação oficial habilitando o serviço, o que aconteceu no dia 09 de agosto de 2021.

A equipe técnica da Santa Casa de Formiga envolveu vários colaboradores, como Dr. Robert, hemodinamicista, que acreditou no projeto, completando neste mês o número de mil exames de hemodinâmica; Dr. Thiago e Dr. Frederico, cirurgiões cardiovasculares de Varginha, que vão atuar em Formiga; Dr. Geraldo Leite e Dr. Alexandre Ferreira, cardiologistas clínicos, que sempre incentivaram demonstrando a necessidade de ser ter o serviço em Formiga. A gestora de convênios da Santa Casa, Meila, foi quem montou o processo. Dr. Antônio Monteiro, advogado da entidade, que defendeu e defende judicialmente o recebimento do SUS dos e exames realizados, montante em torno de 2 milhões, Dra. Marcely, advogada, que fez todos os contratos para o processo; Rosilene no controle das agendas médicas; Jaqueline na coordenação da execução das agendas para os exames; Eliane na montagem de relatórios, ofícios e planilhas; Tatiane na negociação das OPMES; Gisele na qualificação dos equipamentos junto com a Engenharia Clínica; Bruna na coordenação do Centro Cirúrgico, monitorando o técnico Eduardo e a enfermeira Joice, nos treinamentos em Varginha com a equipe cardiovascular. Marcos Caetano, superintendente da Santa Casa, na negociação exaustiva com fornecedores e análise de recursos financeiros.

Vale lembrar que em 2019 o Diretor Técnico era Dr. Yuri e o Diretor Clínico, Dr. Luciano Cabral, que acompanharam a proposta e as discussões para efetivar o credenciamento. Hoje, nosso Diretor Técnico, Dr. Lucas, e Diretor Clínico, Dr. João Marcos, continuam na discussão técnica com os médicos e na formação de um serviço de cardiologia clínica para dar sustentação a todos pacientes cardiológicos que adentrarem ao hospital.

O apoio político do Prefeito Eugênio Vilela com a Deputada Greyce Elias foi fundamental para a realização deste sonho”, comentou a gestora executiva da Santa Casa, Myriam Coelho.

Últimas Notícias