NOTA DE ESCLARECIMENTO

Formiga, 28 de janeiro de 2021


A respeito da matéria jornalística vinculada no site www.ultimasnoticias.inf.br quanto ao atendimento prestado a cidadão proveniente da cidade de Pains, a Santa Casa de Caridade de Formiga vem a público para prestar os seguintes esclarecimentos:


1. É com assombro e perplexidade que observamos a condição de saúde de um paciente ser exposta pela família publicamente.


2. Vivemos tempos de julgamentos públicos, com “grandes debates” e com ocorrência de agressões e ofensas nas redes sociais, principalmente por meio de comentários em postagens como a envolvendo o paciente com origem de Pains / MG, que infelizmente fazem parte da cultura digital contemporânea.


3. A condição de saúde do Painense internado na Santa Casa de Caridade de Formiga não será por nós discutida publicamente. O segredo profissional e o sigilo sobre o prontuário médico devem ser resguardados, bem como salvaguardados o direito à intimidade do paciente, uma vez que as minúcias de sua internação, cirurgia e demais procedimentos médicos são informações revestidas de sigilo e que pertencem ao paciente.


4. A família, inclusive com identificação na reportagem de uma sobrinha que é ex-funcionária da Santa Casa de Caridade de Formiga, tem todo o direito de contestar o atendimento e a conduta médica, mas, a Santa Casa de Caridade de Formiga e seus profissionais merecem respeito por todos os envolvidos, inclusive aqueles que comentaram a referida publicação jornalística.


5. O paciente proveniente de Pains/MG recebeu todo o tratamento médico-hospitalar adequado e necessário, sendo submetido a exames e procedimentos médicos.


6. O paciente foi cadastrado no SUSFácil para transferência no dia 08 de janeiro, às 16:01h, para transferência para um hospital que possua as especialidades médicas necessárias para seu tratamento e pronta recuperação de sua saúde.


7. A Santa Casa de Caridade de Formiga apesar de ser um hospital Sede de Microrregião não é habilitada para a realização de exames e procedimentos cardiovasculares pelo SUS.


8. Portanto, o procedimento a ser feito é realizar o cadastro do paciente na Central de Regulação de Vagas de Minas Gerais (SUSFácil) para que o mesmo seja encaminhado para hospital que possua tais habilitações. Neste rol de habilitações do SUS também estão os exames de imagem das respectivas especialidades, que no caso específico deste paciente, inclui o Doppler Arterial de Membros Inferiores, sendo realizado somente nos hospitais habilitados para tal.


9. Desde a data do cadastro do paciente na Central de Regulação, o paciente segue aguardando a transferência internado na instituição.

10. Como exposto publicamente pela família, o paciente evoluiu com piora progressiva do seu quadro, necessitando sim de vaga para tratamento adequado da doença de base.


11. Durante a internação na instituição, o paciente recebeu e continuará recebendo toda a assistência multidisciplinar desta instituição e o mesmo continua cadastrado na Central de Leitos, ainda aguardando vaga hospitalar para a resolução de seu quadro.


12. Infelizmente, durante a pandemia de COVID, grande parte dos serviços que dispõe destas especialidades estão lotados, sem vagas, o que tem gerado filas extensas na Central de Leitos do Estado.


13. A Santa Casa de Caridade de Formiga segue batalhando junto aos entes públicos para habilitação do serviço de Cirurgia Cardiovascular na instituição, visando assim aumentar a agilidade e resolubilidade de casos similares.


14. A Santa Casa de Caridade de Formiga não suportará ofensas gratuitas e infundadas a sua imagem, de seus funcionários e de seus colaboradores médicos e deixa claro que fará uso de todas as medidas judiciais adequadas ao caso, inclusive responsabilizando “internautas” que ultrapassarem o limite aceitável do questionamento.

Últimas Notícias