UTI Neonatal da Santa Casa de Formiga inicia processo de fechamento



Nesta quinta-feira (7), a Administração da Santa Casa de Formiga recebeu uma nova carta da equipe da UTI Neonatal, comunicando que a partir desta data, conforme primeira carta enviada em agosto, inicia-se o processo de fechamento da Unidade, onde os bebês internados serão transferidos para outras unidades e os leitos serão bloqueados para novas admissões. O fechamento total da Unidade está previsto para o

dia 07 de outubro de 2017.


A Administração da Santa Casa não conseguiu negociar com a parte médica da Unidade, pois não houve nenhuma novidade quanto aos débitos da parte do Governo Estadual, que está em atraso com o repasse da Rede Cegonha desde o mês de janeiro/2017, totalizando o valor de R$ 175.200,00, duas parcelas da Rede de Urgência e Emergência, no valor de R$400.000,00 e a parcela extra a Rede de Urgência e Emergência, ano 2016, de R$800.000,00 e uma parcela extra do PROHOSP, ano referência 2016, de R$ 300.612,76. Este valor seria suficiente para quitar os débitos dos médicos da Unidade, evitando assim o seu fechamento. “O fechamento da Unidade será um retrocesso não só para o hospital, mas, principalmente, para a população de Formiga e região. A nossa Maternidade é porta aberta do SUS e tem salvado muitas vidas com o funcionamento da UTI Neonatal”, comentou o Tesoureiro da Santa Casa, Dr. Carlos Eduardo Senne de Moraes.


Santa Casa e Prefeitura lutam juntas pela UTI Neonatal

Nesta sexta-feira (8), Dr. Carlos Eduardo esteve em reunião com o Prefeito, Eugênio Vilela, a fim de reafirmar a parceria entre a Prefeitura e a Santa Casa e buscar uma possível solução para estes problemas que a entidade vem enfrentando.


A Santa Casa reconhece que a atual administração abraçou a Santa Casa e têm honrado com os pagamentos dos convênios atuais em dia, que é o caso do convênio de R$ 108.900,00, utilizado para serviços de clínicas médicas e o convênio de R$ 30.000,00, que é utilizado para serviços de Raio-X. Negociou os aluguéis que estavam atrasados da antiga instalação do PAM, no valor de R$300.000,00, em 10 parcelas, onde já foram quitadas cinco delas e o convênio 068/2016 dos serviços de Raio-X, que não foi pago pela outra gestão, no valor de R$182.613,71, negociado em 18 parcelas, onde já foram pagas 3 delas. Porém, ainda persiste uma dívida da Prefeitura para com a Santa Casa, oriunda da gestão passada, que gira em torno de 1 milhão e meio. Como a Prefeitura não tem dinheiro em caixa para quitar esta dívida, o prefeito tem buscado caminhos para negociar este valor.


Sobre o fechamento da UTI Neonatal, Eugênio se colocou a disposição da Santa Casa para ajudar junto ao Governo. Comentou, inclusive, que já agendou com o Estado uma reunião para a próxima semana a fim de tentar viabilizar o pagamento do valor, o que poderá impedir o fechamento da Neonatal.

Dr. Carlos Eduardo agradeceu o empenho e reafirmou que Santa Casa e Prefeitura precisam lutar juntos, não só neste caso da UTI Neonatal, mais para que o hospital cresça e beneficie cada vez mais a população.

Últimas Notícias
Arquivo
Siga
  • YouTube Social  Icon
  • Facebook Basic Square

Rua Dr. Teixeira Soares, nº 335 - Centro - Formiga/MG      Telefone (37) 3329-1300