Santa Casa de Formiga recebe parecer favorável para habilitação em cirurgias de alta complexidade


Nesta quarta-feira (23), a Administração da Santa Casa de Formiga recebeu a notícia de que o Estado é favorável ao pedido de habilitação como unidade de alta complexidade, nos serviços de cirurgia cardiovascular e procedimentos de cardiologia intervencionista. A homologação será enviada ao Ministério da Saúde para aprovação da União.

O Sistema Único de Saúde (SUS), a assistência ao paciente com doença cardiológica está prevista na Portaria de Consolidação nº 2, de 28 de setembro de2017, que institui a política nacional de atenção cardiovascular de alta complexidade. Essa política define que as Secretarias de Estado da Saúde estabeleçam um planejamento regional hierarquizado para formar a rede de atenção em alta complexidade cardiovascular. A Portaria SAS/MS nº 210, de 15 de junho de 2004, estabelece as normas de habilitação das unidades de assistência em alta complexidade cardiovascular e dos centros de referência em alta complexidade cardiovascular.

O município de Formiga está localizado Macrorregião Oeste, que corresponde a Região de Saúde Agregada (RSA) de Divinópolis, onde está localizado o único hospital habilitado em Alta Complexidade Cardiovascular (Hospital São João de Deus), cuja a porcentagem da produção do é de 161% em relação à PPI no Serviço de Cirurgia Cardiovascular e 154% no Serviço de Cardiologia Intervencionista.

Hoje, a Santa Casa de Formiga está inserida no Programa Estadual Rede de Resposta às Urgências, como nível II, é referência para atendimento ao IAM e possui equipe especializada exigida pela Portaria SAS/MS nº 210, de 15 de junho de 2004 para realização de procedimentos cardíacos cirúrgicos e capacidade tecnológica. No ano de 2019, foram realizados na entidade um total de 133 procedimentos, entre cateterismo cardíaco e angioplastia coronariana, e 25 procedimentos só no mês de janeiro de 2020. Para a habilitação, a Administração assumiu o compromisso de abrir mais 3 leitos de UTI Adulto após habilitação pelo Ministério da Saúde para atender os pacientes destes procedimentos, além dos 17 leitos que já estão em pelo funcionamento.

Segundo a Administração, a habilitação é resultado de um trabalho sério, sempre em busca de melhorias para a saúde. “Estamos muito felizes de termos alcançado todos os critérios técnicos exigidos em portaria e temos certeza de que o prefeito Eugênio Vilela não medirá esforços, junto ao Ministério da Saúde, para este sonho se tornar realidade o mais breve possível”, comentou a Gestora Executiva da Santa Casa, Myriam Araújo.

Últimas Notícias
Arquivo
Siga
  • YouTube Social  Icon
  • Facebook Basic Square