Brinquedoteca recebe novas doações




A criança hospitalizada passa por um sofrimento físico e emocional, podendo estar, inclusive, correndo risco de morte ou de passar por algum procedimento cirúrgico. Na brinquedoteca, a dor e o sofrimento das crianças podem ser aliviados, por meio de atenção, carinho, diversão, distração, elevação da autoestima e esperança de voltar à rotina.

“Como o paciente também está afastado de suas atividades escolares, seu aprendizado pode ser prejudicado. Na brinquedoteca, é possível estimular o desenvolvimento cognitivo”, diz especialistas. Com esse intuito, a brinquedoteca da Santa Casa tem como objetivo proporcionar às crianças um local para brincar e conhecer outras pessoas, as quais também estão hospitalizadas.

Constantemente, a brinquedoteca recebe doações de brinquedos, livros e jogos educativos e lúdicos. O espaço recebeu, recentemente, uma doação em dinheiro, de uma empresa formiguense, com o qual foram comprados mais brinquedos, cortinas e um conjunto de mesa com cadeiras, para melhor conforto dos pequenos pacientes.

A senhora Maria A. Dantas Borges, que esteve um tempo internada na Santa Casa, quis retribuir à instituição a atenção recebida enquanto paciente e fez doações de bolas para as crianças que visitam a brinquedoteca.

Gibis

Além de brinquedos, a instituição também recebeu uma coleção de gibis, do senhor Arlindo Rodrigues, morador da zona rural da cidade de Carmo do Cajuru. Ele assistiu a uma reportagem na TV sobre a brinquedoteca da Santa Casa, gostou da iniciativa e enviou uma caixa com diversos gibis para a diversão das crianças internadas no hospital..

As pessoas que tiverem interesse em ajudar a brinquedoteca devem entrar em contato pelo telefone (37) 3329-1300.


Mais doações para a Santa Casa


Outra doação recente foram duas caixas grandes com remédios, feita pelo esposo de uma paciente que, após ser hospitalizada, infelizmente, faleceu. Dentro das caixas, havia remédios de hipertensão, antialérgicos, vitaminas, analgésicos e ácido fólico. Havia também material como: sondas, algodão, luvas e máscaras, todos com data de validade dentro do prazo.

De acordo com a farmacêutica e coordenadora da Farmácia, Carolina Rodrigues, os remédios não utilizados dentro do hospital foram encaminhados à farmácia municipal.

Últimas Notícias
Arquivo
Siga
  • YouTube Social  Icon
  • Facebook Basic Square

Rua Dr. Teixeira Soares, nº 335 - Centro - Formiga/MG      Telefone (37) 3329-1300