Quarta, Julho 23, 2014
Texto






UTI Neonatal da Santa Casa é aprovada pela CIB-SUS/MG

UTI Neonatal da Santa Casa é aprovada pela CIB-SUS/MG
Desde o dia 1º de julho, a Unidade de Terapia Intensiva Neonatal da Santa Casa de Caridade de Formiga voltou a funcionar. Porém, a internação das quatro crianças na unidade foi determinada pela...
Leia mais...

Reservatórios de água do Projeto Energia Solar estão sendo fixados na Santa Casa

Reservatórios de água do Projeto Energia Solar estão sendo fixados na Santa Casa
Estão sendo fixados os quatros reservatórios de água do Projeto Energia Solar, da Cemig, na Santa Casa. O sistema irá beneficiar centenas de pessoas atendidas pela Instituição de Saúde, com a...
Leia mais...

Santa Casa se organiza para cumprir projeto exigido pelo Corpo de Bombeiros

Santa Casa se organiza para cumprir projeto exigido pelo Corpo de Bombeiros
Desde o início de julho, uma equipe prepara para instalar a tubulação contra incêndios se encontra nas dependências da Santa Casa, para realizar o cumprimento de medidas estruturais, técnicas...
Leia mais...

Sipat 2014 promove I Café Julhino para funcionários

Sipat 2014 promove I Café Julhino para funcionários
Nos dias 16 e 17 de julho, a Gestão 2013/2014 da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes – CIPA promoveu o I Café Julhino para os funcionários do Hospital. Durante a confraternização,...
Leia mais...

Profissionais de saúde não poderão usar jalecos fora do hospital

Profissionais de saúde não poderão usar jalecos fora do hospital
O plenário da Assembleia Legislativa de Minas Gerais aprovou, nesta terça-feira (15), em segundo turno, o projeto de Lei 65/2011, que proíbe o uso de jalecos e uniformes hospitalares fora das dependências...
Leia mais...

Santa Casa recebe doação de brinquedos dos funcionários da empresa Tecno2000

Santa Casa recebe doação de brinquedos dos funcionários da empresa Tecno2000
A iniciativa partiu de um projeto criado pelos funcionários o “Tecno2000 em Ação” que escolheu a Santa Casa de Formiga para doar brinquedos que serão destinados à Brinquedoteca da Instituição. Os...
Leia mais...
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8

Warning: Call-time pass-by-reference has been deprecated in /home/storage/e/ca/7b/santacasaformiga/public_html/plugins/content/mp3gallery.php on line 101

Warning: Call-time pass-by-reference has been deprecated in /home/storage/e/ca/7b/santacasaformiga/public_html/plugins/content/mp3gallery.php on line 105

Enfermagem participa de capacitação sobre atendimento a parada cardiorrespiratória


altNos dias 28 e 29 de maio, no Centro de Estudos e Pesquisas Continuadas – CEPEC, a equipe de Enfermagem participou de uma capacitação sobre “Atendimento a parada cardiorrespiratória e reanimação cardiopulmonar”, ministrada pelo enfermeiro intensivista Weyndersonh da Silva Fonseca.

A equipe participou de aulas teóricas e práticas, como a simulação de manobras de compressão e montagem de material de via aérea.

O curso faz parte do plano de trabalho e estratégico do Hospital.

Santa Casa recebe sistema de aquecimento solar do Programa Energia Inteligente

altA Santa Casa de Formiga recebeu, na tarde do dia 27 de maio, os equipamentos do Programa Energia Inteligente – Projeto Solar Hospital e Entidade, fruto de uma parceria entre o Governo de Minas e a Cemig. O sistema irá beneficiar centenas de pessoas atendidas pela Instituição de Saúde, com a substituição dos chuveiros elétricos por sistemas de aquecimento solar de água.

Os equipamentos chegaram ao Hospital em uma carreata, que, antes da entrega, percorreu as ruas da cidade. Após, houve uma pequena solenidade, com a participação de diversas autoridades, irmãos benfeitores, gestores, funcionários, além da presença do presidente da Câmara Municipal de Formiga, Juarez Carvalho; do prefeito do município, Moacir Ribeiro; do coordenador regional do Programa, José Antônio do Nascimento; e do provedor da Santa Casa, Dr. Geraldo Couto.

O Projeto

Com as substituições, o projeto irá contribuir para com o sistema elétrico do país. Além disso, a Instituição terá uma redução significativa em sua conta de energia elétrica. A economia gerada por meio da utilização do sistema de aquecimento solar proporcionará investimentos em infraestrutura, alimentação e outras atividades capazes de melhorar a qualidade de vida dos pacientes.

O investimento total da Cemig foi de 347 mil reais.

O sistema de aquecimento solar da Santa Casa possui 248 m² de placas coletoras e reservatórios com capacidade para armazenar 20.000 mil litros de água quente.

 

 

Cemig promove eficiência energética na Santa Casa de Formiga, no dia 27 de maio

Será organizada uma carreata, junto ao caminhão com o equipamento da Cemig, que sairá, às 15h30, da sede da empresa, em direção ao Hospital

O Programa Energia Inteligente, por meio do Projeto Solar Hospital e Entidade, realiza, na próxima terça-feira, 27 de maio, uma ação de eficiência energética na Santa Casa de Formiga. Será organizada uma carreata, junto ao caminhão com o equipamento da Cemig, que sairá às 15h30, da sede da empresa, em direção ao Hospital. Após a carreata, haverá uma solenidade de entrega simbólica do projeto à Santa Casa, no espaço anexo à UTI Neonatal.

O Projeto Solar Hospital e Entidade irá beneficiar centenas de pessoas atendidas pela Instituição de Saúde, com a substituição dos chuveiros elétricos por sistemas de aquecimento solar de água. O investimento total da Cemig será de 347 mil reais.

Além do deslocamento da demanda para fora do horário de ponta, contribuindo com o sistema elétrico do país, a Instituição terá uma redução significativa em sua conta de energia elétrica. A economia gerada por meio da utilização do sistema de aquecimento solar proporcionará investimentos em infraestrutura, alimentação e outras atividades que melhorem a qualidade de vida dos pacientes. Além disso, a instalação dos novos equipamentos consolida a posição de liderança da Cemig no cenário nacional, quanto à utilização da energia solar para aquecimento de água.

O sistema de aquecimento solar da Santa Casa possui 248 m² de placas coletoras e reservatórios com capacidade para armazenar 20.000 mil litros de água quente.

Segundo a Cemig, todo o município sairá ganhando, pois, com a instalação, o Hospital irá racionalizar o consumo de energia elétrica para aquecer a água nos banhos e demais atividades diárias, deslocando a demanda para fora do horário de ponta. O novo sistema de aquecimento solar irá trazer 70% de economia na energia usada para aquecer água, além de proporcionar maior conforto nos banhos. Além do mais, com essa economia, a Santa Casa de Caridade vai reduzir o valor de sua conta de energia e, com isso, será possível liberar recursos para outros investimentos.

Solar Hospital e Entidade

O Projeto Solar Hospital e Entidade visa à substituição de chuveiros elétricos por sistemas de aquecimento solar de água, em hospitais públicos do estado e nas entidades filantrópicas, retirando o consumo de energia elétrica do horário de ponta (17 às 22 horas). A instalação dos aquecedores solares será realizada em 70 hospitais e entidades. O valor total investido pelo projeto será de 20 milhões de reais.

Aneel

Conforme legislação vigente, as concessionárias e permissionárias de serviços públicos de distribuição de energia elétrica estão obrigadas a aplicar, anualmente, o montante de, no mínimo, 0,5% de sua receita operacional líquida em ações que tenham por objetivo o combate ao desperdício de energia elétrica, o que consiste no Programa de Eficiência Energética das Empresas de Distribuição – PEE, que, na Cemig, chama-se Programa Energia Inteligente. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) é responsável por regulamentar a aplicação desses recursos.

 

Pacientes do Pronto Socorro serão atendidos por meio do Protocolo de Manchester

altOs pacientes do Pronto Socorro da Santa Casa, ou seja, pacientes de convênios e particulares, serão atendidos por meio do Protocolo de Manchester. De acordo com o gestor de enfermagem, José Orlando Reis, o atendimento oficial por meio do Protocolo terá início no dia 02 de junho deste ano.

O novo sistema, aplicado e exigido pelo Governo de Minas Gerais, a todos os municípios mineiros, consiste em classificar, através de um programa de computador, a gravidade do atendimento de cada paciente, separando-os por cor. Cada uma delas é responsável por determinar o tempo limite de espera dos pacientes, o que acaba evitando filas e oferecendo atendimento mais específico a cada usuário.

O Protocolo de Manchester classifica, após uma triagem baseada nos sintomas, os doentes por cores, as quais representam o grau de gravidade e o tempo de espera recomendado para atendimento. Aos doentes com patologias mais graves, é atribuída a cor vermelha, atendimento imediato; os casos muito urgentes recebem a cor laranja, com um tempo de espera recomendado de dez minutos; os casos urgentes, determinados pela cor amarela, têm um tempo de espera recomendado de 60 minutos. Os doentes que recebem as cores verde e azul são casos de menor gravidade (pouco ou não urgentes), que, como tal, devem ser atendidos no espaço de duas a quatro horas.

Crianças transmitem mais conjuntivite por não entenderem recomendações

Os alimentos altnão causam conjuntivite, pois o contágio é por contato direto, como abraço e aperto de mão, ou indireto, ao encostar na maçaneta da porta ou no mouse ou teclado do computador, por exemplo. A grande dica para evitar a contaminação, portanto, é lavar as mãos com frequência. De acordo especialistas, as crianças transmitem mais conjuntivite porque não entendem corretamente as recomendações.

Deve-se isolá-las por cerca de 15 dias do convívio com outras crianças. Já os colégios têm um papel muito importante na identificação e no isolamento dos alunos com a inflamação. Quanto à conjuntivite neonatal, é possível preveni-la e, caso o recém-nascido seja contaminado, o pediatra indicará o tratamento e a medicação corretos. Alguns tipos mais agressivos, como os virais, podem deixar alguma sequela, caso não sejam cuidados adequadamente. Partículas mortas do vírus podem provocar manchas na córnea e atrapalhar a visão, em uma reação imune do próprio corpo. Colírios não são indicados para prevenir a conjuntivite, apenas para o tratamento de alguns casos.

A exposição excessiva ao sol também pode causar conjuntivite por radiação, ao queimar os olhos. É irritativa, portanto, não contagiosa. Ao contrário do que se pensa, óculos escuros não evitam a transmissão da doença. Outra questão é sobre animais domésticos, que também estão suscetíveis à inflamação nos olhos e podem contaminar humanos ou ser contaminados por eles.

Quem usa lentes de contato, depois de uma conjuntivite, deve ser examinado e aconselhado por um especialista. As lentes fazem uma pequena agressão nos olhos e tiram as lágrimas. Na dúvida, não use as lentes e as jogue fora, junto com a caixinha, pois podem estar infectadas.

Fonte: www.globo.com/bemestar

Página 4 de 114

4

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Usuários Online

Nós temos 14 visitantes online

Redes Sociais

Siga a Santa Casa no Facebook, Twitter e YouTube.

Datas e Eventos

 

 


convenios.gif